quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Ano Novo - Autores da própria vida

Em cada ano que se inicia, você recebe 365 folhas em branco que serão preenchidas, dia após dia. No inicio desse ano você as recebeu e as preencheu, quer saiba disto ou não. Cada uma dessas páginas fez de você o que você é hoje. Elas fazem parte da sua história e cada uma representa um capítulo dessa trajetória cheia de dramas, de comédia, de suspense, motivação, romances, e ficções fantasiosas criadas pela mente humana.

E hoje, neste dia 31 de dezembro de 2015, você está tendo a oportunidade de revisitar essas páginas para poder classificar a sua história dentro do gênero à qual ela pertence, ou em todos eles. Algumas delas você terá vontade de abraçar, de beijar, de reler várias outras vezes. Já outras não, elas terão o poder de lhe fazer chorar, de sentir raiva, indignação, culpas e arrependimentos. Você sentirá vontade de arrancá-las dali, mas isso não é possível. Você não pode e nem deve tentar reescrevê-las, pois esse papel já foi usado, ele já foi escrito, e não é mais possível voltar atrás para reeditá-lo.

Portanto, permita-se ler essas folhas, esse livro, esse diário. Aceite o que vier e seja grato por cada uma dessas páginas independentemente do tipo de emoção que elas geram em você, pois cada uma delas faz parte da sua história e, de alguma forma, tudo o que você viveu gerou algum aprendizado. Isto é, hoje você é uma pessoa melhor do que a de ontem, e isso só ocorreu pelo fato de ter tido experiências que lhe fizeram concluir, através do seu próprio senso lógico, o que deve e o que não deve ser repetido.  

Hoje, quando os relógios marcarem a meia noite, você receberá um novo kit que dará forma ao seu novo livro. Esse kit estará em branco aguardando que você o preencha novamente, e para isso você contará com a maior prova de amor que o Universo pode lhe dar: a de ter o poder e o livre arbítrio de criar a sua realidade de acordo com a sua verdadeira intenção.

Saiba que o Universo, que o seu poder interior, aguarda a sua manifestação criadora para poder atendê-la. Não se trata de mágica nem tão pouco de algum tipo de jargão para fazê-lo adquirir algum tipo de crença equivocada. Essa é mais pura, porém ocultada verdade que hoje está provada pela física quântica, e que deve ser compreendida e praticada por cada ser aqui existente.
   
Que você possa escrever essa nova história com a consciência e o senso de responsabilidade que lhe cabe. A responsabilidade de construir uma vida pautada no amor, na paz, na abundância, e, prioritariamente, na realização dos seus verdadeiros desejos.

Isso é o que eu anseio para você.

Feliz Ano Novo!

Diogo Beltrame.  

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

O bem e o mal que você faz a si mesmo.

O que você faz por você?
O que mais aterroriza uma pessoa ao considerar a possibilidade de fracassar, não é o fracasso em si, mas sim o medo de ser julgado e condenado pela sociedade, pelos amigos, pela família. O maior medo que uma pessoa sustenta dentro de si ao pensar em perder o seu emprego, em falir, em não “chegar lá”, é o medo de ficar só e perder as pessoas que considera importante.

É preciso que se compreenda exatamente quais são as raízes da ansiedade que vem te atormentando, pois essa ansiedade, esse frio na barriga que lhe faz acordar de madrugada, é apenas um nome que se dá para o medo que você sente ao pensar que alguma coisa possa acontecer, ou que ela possa não acontecer.

É natural ter apreço pelas pessoas e de certa forma querer atender as demandas e expectativas que elas depositam em você, mas isso não deve ser o seu principal fator motivacional. Isso não pode e não deve ser o seu objetivo de vida. Você não deve atribuir o seu sucesso baseado naquilo que os outros consideram como tal. Passar a vida inteira se preocupando com o que os outros vão pensar de você, e fazer dela um instrumento para tentar fazer os outros felizes, sempre irá fazer de você uma pessoa tensa, preocupada e cheia de medos, e isso em algum momento desencadeará em doenças que afetarão o seu corpo físico.

Para que seja possível encontrar algum tipo de paz em sua vida, é necessário que você perca esse impulso de tentar atender as demandas que o mundo coloca sobre você. Toda tentativa de agradar alguém gera ansiedade e medo de não conseguir realizar esse feito. Isto é, você passará mais tempo pensando na desgraça toda que pode acontecer se não atingir o seu objetivo, do que focado em realizar-se pessoalmente fazendo aquilo que realmente gosta. O foco da sua atenção estará totalmente voltado para o seu medo, e essa energia emanada para universo retornará para você pelo fato de ter sido o seu ponto de atenção, fazendo com que o seu pior pavor vire realidade. E tudo isso terá sido uma criação sua. Não adianta reclamar com Deus, achar que não tem sorte e que é uma vítima do mundo. Essa experiência foi totalmente conduzida por você e você é o único responsável. Não existe ninguém que possa ser responsabilizado, somente você mesmo.

Isso é o que acontece quando não se está na verdade. Achar que quer algo só porque os outros lhe disseram que é isso que você deve querer, fez você entrar numa viagem completamente projetada numa ilusão, ou seja, a viagem para fora, e não para dentro.

Como pode ser possível ser feliz fazendo o que não gosta? Como é possível você ser bom para os outros se você está sendo um carrasco para você mesmo? Que tipo de amor você sente por essas pessoas, se você não tem um pingo de amor por você mesmo?

Saiba que, para que seja possível se tornar uma pessoa amável, para que você possa ser bom para alguém, e para que você possa ser tornar uma pessoa verdadeiramente altruísta, é necessário que primeiramente você esteja se amando e sendo bom consigo mesmo. É impossível fazer alguém feliz se você não é feliz. Você não pode oferecer ao mundo algo que não possui. Isso é uma insanidade e é por isso que este planeta é um manicômio. Só podemos oferecer ao mundo aquilo que possuímos dentro de nós mesmos. E, se você não se ama, é porque ainda não acessou o verdadeiro amor, portanto, qualquer coisa que venha a ofertar ao mundo não será amor, e sim, o mais verdadeiro e puro sentimento de medo.

Diogo Beltrame

domingo, 27 de dezembro de 2015

A noite escura da alma

Dentro de você existe uma inteligência inexplorada, um poder desconhecido, um vasto universo que possui em si mesmo, toda a sabedoria e todo o amor que constitui esses e todos os outros universos.
Muitos autores falam sobre a importância de se conectar com o seu Eu Interior, porém, muitas vezes essas frases são interpretadas como meros jargões, e não são. De fato, tudo o que você precisa, e todas as ferramentas necessárias para transcender a ilusão holográfica em que você está inserido, já estão disponíveis dentro do seu ser. Mas para acessá-las é necessário passar por certos portais, pois todo esse conhecimento está encoberto por uma série de distorções e crenças equivocadas.

É necessário realizar um profundo trabalho de purificação, de Auto-Conhecimento, de enfrentamento da realidade. Em outras palavras, você precisa parar de fazer de conta que não é o que é; que não pensa o que pensa; que não sente o que sente. Só é possível purificar algo estando de frente com ele, sem dramas, sem julgamentos, sem usar as palavras “mas” ou “se”, sem se fazer de vítima. Não é possível curar qualquer coisa que seja fazendo de conta que ela não existe, fugindo e arranjando todo o tipo de distração que serve como disfarce para o vazio existencial que a pessoa sente. Trata-se de um enfrentamento da realidade baseado em fatos reais e sendo honesto consigo mesmo, sendo necessário que se dê abertura para que o fogo sagrado possa queimar o que tem de ser queimado.

Todos terão que passar pela chamada noite escura da alma, todos serão conduzidos a viver o deserto pessoal. E, após esse processo dolorido, acredite, a água vai chegar para dar vida ao novo que irá nascer.

Não é possível construir uma edificação sobre os escombros de uma estrutura antiga. É necessário que se destrua absolutamente tudo que não serve mais para que, posteriormente e por um período indeterminado, seja feita uma grande faxina para deixar o terreno apropriado para receber o prédio novo que irá surgir. Só assim uma nova edificação poderá nascer. Não existe outra forma. É necessário que a pessoa esteja disposta a morrer em vida para que possa renascer em uma nova vida, e então, seguindo a Lei do Ritmo, que têm um tempo muito diferente do que o da humanidade, um novo “Eu” nascerá. Mas até lá, até que essa jornada esteja concluída, a pessoa terá que ser a observadora de todo esse processo, a observadora de todas as toxinas que serão expurgadas dela , a observadora do seu lado escuro, sombrio e assustador. A observadora do seu próprio mergulho no inferno. Essa pessoa terá que receber tudo com gratidão, inclusive a dor que vai sentir. Não adianta ficar impaciente e querer resolver tudo de uma vez só, leva-se tempo para que toda a carga energética do corpo de dor (emocional) seja transmutada.  

Saiba que esse processo não é opcional. Todos terão que passar por ele. Mas esse sofrimento sim, portanto, não se apegue a sua vida antiga, pois grande parte do sofrimento que as pessoas sentem ao entrar neste processo é a tristeza por ter que abandonar aquilo que já é conhecido, o sofrimento antigo, porém conhecido, logo, seguro. Ou seja, a paradoxal resistência e medo de ter que abandonar o seu próprio sofrimento.


Diogo Beltrame. 

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Um degrau por vez

Qualquer coisa que seja importante para você é igualmente importante para o Universo. A descrença de que você é amado, protegido e sustentado pelo Cosmos é o que vem fazendo você criar uma realidade que esteja dentro dessas mesmas circunstâncias.

Quando você determina e decide que quer algo com exatidão, o Universo inteiro se mobiliza para trazer essa realidade até você. Não existe escassez de recursos, tão pouco algum tipo de julgamento para verificar se você é merecedor do que pede ou não, e justamente por não ocorrer esse julgamento é que a sua manifestação será atraída para a sua realidade, sendo ela um desejo bom ou ruim, não importa. Como eu falei, não existe julgamento ou alguém avaliando se aquilo que você está canalizando a sua energia é o que realmente deseja. Você possui total livre arbítrio e nenhuma entidade extra-física vai se colocar contra a vontade do Pai que é, necessariamente, a de permitir que cada um dos seus filhos tenham as suas experiências com total opção de escolha.
   
É necessário que você avalie exatamente o que sente quando pensa em algo que quer, pois muitas vezes, por achar que existe algum Deus cheio de exigências, e que já tenha traçado o seu destino, você sente-se envergonhado por ter vontades das quais considera fúteis, impróprias, ou em desacordo com a vontade deste Deus exigente, bravo e vingativo que as religiões dizem existir. É momento de despertar da ilusão de que existe algo ou alguém controlando a sua própria vida. É insano considerar a possibilidade de que existe alguma divindade esperando algo de você, e que sequer você sabe o que é. Considerar isto é aceitar que esse Pai te criou para judiar de você, para o ver sofrer, e que se diverte sentando em alguma poltrona observando você bater a cabeça e sentindo-se culpado por achar que não está sendo aquilo que deveria ser.

Portanto, decida o que você quer e seja claro nessa manifestação. Se você quer ficar muito rico, assuma isso e crie essa realidade alcançando o padrão vibratório desta riqueza. Pense em como será bom andar de Iate, de Ferrari, ou qualquer outra coisa que faça todas as células do seu corpo vibrarem com esse pensamento. Permita-se sentir esse seu desejo sem permitir que a mente diga que isso é um absurdo, que você sequer tem um emprego, etc. Apenas divirta-se com esse pensamento e deixe a sua imaginação ir além daquilo que você pode ver no mundo das formas, pois pensar em algo que lhe fará bem não pode ser uma tarefa chata, portanto, divirta-se com ela e deixe que a própria existência trará as circunstâncias adequadas que lhe permitirão viabilizar este projeto. Não se preocupe no "como", apenas saiba o que quer e esteja atento aos sinais sincrônicos que começarão a surgir.  

Saiba que, para que você possa se preocupar com aquilo que verdadeiramente é importante. Isto é, para que você possa sentir o real desejo de praticar algum tipo de espiritualidade e de Auto-Conhecimento, é necessário que antes você experimente as coisas que o mundo tem a oferecer. Não dá para pular etapas no processo evolutivo. Se você tem vontades, mesmo sendo elas bastante fúteis ou consideradas inapropriadas perante os conceitos vigentes na sociedade a qual você esteja inserido, viva-as o mais rápido possível sem sentir nenhum tipo de culpa ou remorso, pois somente quando você perceber que nada que venha do externo poderá realizá-lo verdadeiramente, é que surgirá dentro de você o verdadeiro chamado para a viagem interior à qual todo ser humano vai ter que fazer em algum momento: a viagem que o fará encontrar aquilo que sempre buscou. Amor, Paz, Bem-Estar e Segurança, ou seja, o Deus que habita em você.     

Lembre-se: acreditar em algo é muito diferente de saber. Acreditar significa que você aceitou a ideia de alguém que já experimentou e concluiu determinada coisa. Mas, para saber, para se ter certeza de qualquer coisa que seja, você terá que experimentar e tirar as suas próprias conclusões. 

Acreditar que coisas não podem preencher pessoas não o fará chegar a lugar algum, apenas experimentando isto e, chegando a essa conclusão por si mesmo, é que as portas interiores serão abertas. 


Diogo Beltrame

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

O perigoso vício de pensar

O pior vício que existe, justamente pelo fato das pessoas não terem conhecimento que o possui, é o de pensar. Trata-se de um mal que vem atingindo a humanidade e que, como tudo que está sob a ignorância, agindo de forma discreta e manipulativa, gera toda a criação de uma sociedade doentia que vive num profundo sono dirigido por projeções mentais que desencadeiam num terrível pesadelo.

É necessário que se faça uma profunda reavaliação sobre este vício e que, com bastante honestidade, você aponte para você mesmo quais são os benefícios de estar pensando ininterruptamente durante as horas em que passa acordado.

Quais são os padrões destes pensamentos? Eles são bons ou ruins, negativos ou positivos? Qual o estado emocional desencadeado por eles? Qual o ritual que se repete dia-após-dia de pensamentos cruzados e repetitivos?

Saiba que, a mente humana, é uma poderosa ferramenta que possui atributos específicos capazes de gerar ondas magnéticas de sentimentos que se comunicam com o Universo, dizendo a ele o seu estado vibratório, e é esse estado único de vibração que irá atrair para a sua experiência de vida situações condizentes à ele. 

Semelhante atrai semelhante. Enquanto a pessoa não se conscientiza disto e não aceita essa realidade, ela continuará à mercê da sua mente e das criações horrorosas criadas por ela. O maior investimento que se pode fazer é o de estruturar e entender o funcionamento da sua própria tela mental. Passa-se uma vida inteira estudando ideologias, tecnologias, matemática, marketing, finanças e todos outros tipos de intelectualidade que o mundo oferece, mas a pessoa não é capaz de entender como funciona o seu maior e mais poderoso patrimônio: o cérebro.

Você possui a capacidade de criar, de racionalizar e analisar aquilo que precisa ser analisado para poder tomar decisões lógicas e racionais que se apresentam em seu dia-a-dia. A mente serve para isso: para identificar, julgar e decidir. Ela serve para lhe auxiliar em atividades das quais sejam necessárias a tomada de alguma decisão. Está tudo bem em estipular metas e objetivos e fazer o seu melhor para alcançá-los. Tudo isso é válido e faz parte do seu processo de amadurecimento como humano. Mas é só isso. Não existe nenhuma necessidade de estar pensando sobre tudo o que aconteceu ou vai acontecer em sua vida.

É necessário que se coloque as coisas nos seus devidos lugares. A mente possui o seu espaço e sua aplicação dentro da sua vida. Mas ela não é você, assim como os seus pensamentos não dizem nada sobre você ou sobre qualquer outra coisa ou pessoa.

Portanto, não a subestime, mas também não a superestime. 
.     
Diogo Beltrame.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Como você sente e as conseqüências desse estado de espírito

Você não tem o poder de controlar as coisas que acontecem fora. Não é possível saber exatamente o que as pessoas pensam sobre você, ou controlar as atitudes e criações delas. É improvável que você consiga acessar a verdade de quem quer que seja, pois dentro de cada um de nós existem milhares de mundos e universos paralelos que foram compostos por experiências, crenças e memórias individuais.

Almejar manter-se em segurança à base do controle que se tenta exercer sobre o outro, sobre o mundo ou sobre o sistema financeiro, social e político é uma insanidade, e é impossível que alguém tenha algum tipo de sucesso fazendo isto.

Você não pode escolher que tipo de experiência chegará até você no dia de hoje. O minuto seguinte é um mistério e muitas coisas poderão tirar-lhe da sua programação. Pessoas estão perdendo seus empregos a todo instante, outras estão indo para o plano espiritual, traições estão sendo descobertas sem que ao menos o traído tenha tempo de se preparar. Ou seja, a sua vida pode mudar a qualquer segundo, tanto para o bem quanto para o mal, diversas criações mentais que geraram um campo magnético de sentimentos e emoções foram produzidas pelo seu ser, e essas criações chegarão até você, quer você queira ou não, e como você vai lidar com elas é sua responsabilidade, e como vai se sentir também.

Você não pode controlar o que chega até você, mas pode escolher entre estar em paz aceitando o que você criou, ou se fazer de vítima e optar pelo sofrimento que atrairá mais sofrimento. A forma como você se sente, bem como o peso e o poder que você vem dando aos fatores externos que compõe a sua experiência de vida, determinam de forma incisiva a sua experiência neste plano.

Saiba que, para receber o positivo, você precisa obrigatoriamente estar vibrando nessa mesma faixa de freqüência dele, e isso deve ser feito independentemente do que esteja acontecendo em sua vida neste momento. Portanto, aceite o que vier e esteja ciente de que tudo o que acontece com você foi criado por você mesmo. Não existe ninguém à quem você possa responsabilizar pelas suas mazelas ou suas conquistas.

Os seus pensamentos, sentimentos, ações e reações o colocaram onde você está agora. A forma como você se sentiu ontem, determinou o ponto exato de onde você está hoje. E, a forma como você se sente agora, determinará impreterivelmente onde você estará no minuto seguinte. 

Diogo Beltrame.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

O peso da culpa e seus desencadeamentos

A culpa só pode fazer parte do quadro psíquico de uma pessoa quando ela possui uma crença idealizada se contrapondo à sua ação; e qualquer ideal é um conceito criado por alguém que usou a sua própria história de vida para formatar tais idéias conceituais; e conceitos são percepções projetadas pela mente e que estão vinculadas as crenças pré-concebidas sobre determinada coisa,
isto é, imagens vinculadas às crenças que determinam e julgam a circunstância analisada dentro da dualidade: certo/errado, bonito/feio, bom/ruim e etc.

Como se pode ver, as culpas que você carrega dentro de si e que vem fazendo da sua vida um mar de sofrimento e criações indesejadas, não podem necessariamente serem legitimadas por quem quer que seja. Elas são idéias conceituais que lhe foram vendidas ou impostas e que você acreditou por achar que sempre tem alguém melhor que você, podendo lhe dizer o que pensar, fazer e sentir. Essas tais idéias e percepções sobre a realidade podem até fazer algum sentido, talvez você possa trazê-las para a sua realidade por vontade própria, mas é fundamental que isso seja feito pelo seu próprio juízo lógico e emocional, e não simplesmente aceitando o que os outros lhe disseram. É impossível que alguém lhe diga o que é certo ou errado. Deus não bate papo com humanos dizendo o que pode e o que não pode. Ele não escolhe filhos prediletos que farão o favor de contar aos outros o que o Pai determinou, portanto cada um deve fazer aquilo que acha ser o correto a partir do seu sentimento, e não do seu pensamento.

O ser humano foi programado para não pensar, não refletir e não tirar as suas próprias conclusões. Todo sistema educativo, social e religioso vendem, através das suas metodologias de controle, pacotes ideológicos prontos e que não dão a oportunidade das pessoas desenvolverem algum senso crítico sobre as suas próprias vidas. Portanto, não se trata de colocar a mente em funcionamento para que você saiba o que é certo ou errado, pois é dentro dela que estão todos os condicionamentos morais, éticos, religiosos e sociais. É necessário que se deixe de lado o que as pessoas ou os livros lhe contaram e, a partir das suas próprias experiências, você venha a desenvolver as suas próprias crenças baseadas naquilo que você viveu, sentiu e pôde concluir..

Neste exato momento, existem milhões de pessoas sofrendo por carregarem dentro de si inúmeras culpas. Culpas estas que desencadeia num poderoso sentimento de não merecimento daquilo que é bom e que, no momento seguinte, se transformará na mais cruel e poderosa crença que existe: a de que o sofrimento é algo divino e que somente através dele é possível se purificar.

Saiba que, tudo o que você sente, está determinando a sua experiência de vida neste exato momento, qualquer coisa que você acredita ser, será. Isto é, se você acredita que sofrer é necessário para se tornar uma pessoa melhor, você está determinando e usando o seu poder de co-criação para atrair sofrimento para a sua vida. Não existe nenhum Deus feliz por você estar escolhendo uma experiência de sofrimento, essa nunca foi e nem será a vontade dele, porém o seu livre arbítrio tem que ser respeitado.

É necessário, portanto, que você analise com honestidade as culpas que vem carregando dentro de si e entenda que, de alguma forma, mesmo tendo errado e feito alguém sofrer, ou mesmo que você tenha escolhido mal em algum momento da sua vida, você sempre tentou fazer o seu melhor. Cobrar-se com a consciência que você possui hoje por aquilo que você foi ontem é uma insanidade. Trata-se de um processo auto-sabotador e desumano que você vem cometendo contra si mesmo.

Perdoe-se, abra-se para o Universo, e relembre-se que você está aqui para aprender, e o erro faz parte deste processo de aprendizado. Você está onde deveria estar; com quem deveria estar; fazendo o que deveria fazer. Está tudo certo com o seu ponto de partida, e não importa em que lugar você se encontra neste exato momento da sua vida. Aceite o que você é e a sua vida com gratidão, e após essa aceitação e conscientização do seu local de origem, você poderá programar o seu destino para qualquer outro lugar.  

Diogo Beltrame.

sábado, 19 de dezembro de 2015

Os fantasmas interiores

Os fantasmas da culpa e da mágoa terão que ser transmutados em luz através do perdão. Em algum momento a pessoa precisará passar a sua vida a limpo e compreender a sua própria história sem cair nas armadilhas do julgamento.

Qualquer história mal resolvida remete a uma pendência. Tudo o que você fez, ou que fizeram a você e que não foi perdoado, fica em seu campo magnético como fios desencapados e emaranhados uns aos outros. São fios que vão se entrecruzando e se emaranhando cada vez mais à medida que você tenta rompê-los à força, e isso o impede de prosseguir adiante. Tudo na vida fica em standy by e não é possível sair do lugar enquanto essa bagunça não for organizada.

A existência cumpre o seu papel e vem tentando alertá-lo sobre isso a todo instante. Diversas situações lhe são apresentadas em formas de novas experiências, pessoas, pensamentos ou emoções que o fazem perceber aquilo que está mal resolvido dentro de você e que precisa ser purificado. O problema é a recusa em olhar para determinados aspectos pelo fato de serem doloridos demais. Lembrar-se do mal que você fez para alguém, ou daquela pessoa que o traiu dói muito. São memórias difíceis de serem acessadas porque trazem sofrimento, mas o fato de não você não olhá-las não significa que elas não estão aí, pelo contrário, ao ignorá-las você está dando ainda mais força para elas e a sua vida passará a ser controlada por essa força magnética invisível, fazendo com que todas as suas ações, emoções e reações sejam motivadas por elas pelo fato de estarem agindo em seu nível subconsciente, atraindo cada vez mais situações que o obriguem a viver experiências similares com a que originou determinado trauma.

Isso ocorre até que se resolva entrar em contato com esses fantasmas e liberá-los. Todas as oportunidades são dadas para que isso seja feito através de uma forma menos dolorosa, mas se a pessoa se recusa a aproveitar as oportunidades oferecidas pela vida, certamente irá desenvolver doenças psicosomáticas, pois o corpo precisa expurgar as energias tóxicas de alguma forma, e isso vai acontecer, por bem ou por mal. Se a pessoa sofre por muito tempo de tristeza e melancolia, o coração e os órgãos correspondentes a ele ficarão enfermos. Se ela possui muita raiva e ódio, perceberá o impacto nos seus rins, fígados, pâncreas e órgãos correspondentes. Se ela tem muitas coisas que deveriam ser ditas, mas que estão guardadas, terá a região da garganta, incluindo a laringe, faringe, esôfago e tireóide comprometida, e assim por diante.

É por isso que é importante se revolver, pois nada pode ficar pendente. Cada um é responsável pelo o que lhe pertence e somente você poderá trocar as lentes e enxergar com novos olhos uma mesma situação.


Diogo Beltrame 

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Sobre estar sofrendo

O sofrimento é uma programação mental formada a partir de diversas crenças que foram inseridas na humanidade. Existem diversas programações, e elas vão desde a mais simples até as mais poderosíssimas técnicas de controle mental, emocional e psicológico das pessoas. Os negativos que se alimentam de energias densas conhecem muito bem o funcionamento da mente humana e do poder que ela possui de construir as suas realidades baseadas naquilo que consideram ser verdadeiro. Trata-se de uma tela mental que criamos para rotular a tudo e a todos. A mente cria imagens para tudo. Você possui uma imagem sobre si mesmo, sobre o mundo, sobre o dinheiro, sobre a felicidade e sobre relacionamentos, e essa imagem é a crença que você possui sobre os aspectos que constituem a sua própria vida. 

Você pode acreditar que a sua vida é miserável por ter sido induzido a acreditar nisso de acordo com a educação que recebeu dos seus pais, ou de acordo com o sistema social e político em que esteve inserido. Uma criança nascida na África, por exemplo, terá pouquíssimas chances de ter um mínimo de saúde mental. Essa criança dificilmente terá uma situação financeira estável e dificilmente conseguirá viver em paz, haja vista que a sua percepção de mundo é a guerra e a fome.

É necessário se dar conta do apego ao sofrimento e das mazelas todas que estão dentro do seu próprio ser. Só é possível consertar algo quando você sabe que ele está com defeito. A única possibilidade de combater o sofrimento é tornando-se consciente de que ele está dentro de você, manipulando-o de forma inconsciente e fazendo com que você mesmo o alimente através de mais situações de sofrimento. É preciso que se tome consciência no prazer em que você sente em sofrer, e no prazer que sente em fazer os outros sofrerem, e isso é muito difícil de olhar, pois é uma verdadeira insanidade e que, portanto, você prefere rejeitá-la e fazer de conta que não é com você.

Não é possível curar uma feridade sem que ela seja exposta ao sol. Leva-se tempo e dói um pouco, ou pode doer muito, mas é o único jeito de curá-la.

Acolher suas sombras, compreendê-las e curá-las com amor, é o único caminho para que você consiga se libertar de você mesmo.

O seu maior inimigo está dentro de você.


Diogo Beltrame

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Estar na verdade. Por que eu devo?

Existe um sistema auto-regulador invisível, à qual denominamos de Leis Universais, que deveria ser de conhecimento de todos os seres humanos, para o seu próprio bem. Aliás, essas matérias, bem como os princípios da mecânica quântica e o que ela significa, deveriam ser obrigatórias nos colégios logo nos primeiros anos de aprendizado. Estar agindo em desacordo com essas Leis sempre trará sofrimento, até porque elas existem por um único motivo: o de garantir a todo ser vivo uma experiência de vida pautada na perfeição divina a que eles têm o direito, apesar de não acreditarem.

Nada pode estar do lado de fora da realidade. A realidade é só o que existe, portanto, qualquer coisa que esteja fora dela é ilusão, e em algum momento será atraída para a consciência que permeia tudo o que existe.

Se aquele parente chato telefone para você, por exemplo, e você pede para o seu filho dizer que não está em casa, a manifestação externa está dizendo que você está em casa, mas você está dizendo ao seu subconsciente que não está. Isto gera entropia psíquica, que gera nó energético, que impede a passagem da luz do Universo para você, fazendo a sua vibração baixar, e colocando-o num campo vulnerável perante as energias externas que estejam na mesma vibração que a sua.

Mentira é ilusão; ilusão é “não real”, e o “não real” não pode se sustentar.

O que eu quero dizer é que, qualquer mentira que você conte aos outros, ou para si mesmo, em algum momento será dissolvida na luz da verdade, e isso vai gerar grande desgaste à você e aos outros. Sempre que você conta uma mentira, por menor que ela seja, é aberto um vácuo dentro do seu Universo interior e que, pelo simples motivo de não poder haver vácuo no Universo, será preenchido pela realidade afim de que seja mantido em harmonia o sistema organizacional do cosmos. Esse vácuo pode até perdurar por alguns dias, meses ou anos, mas em algum momento ele será trazido para a realidade através daquilo que chamamos de futuro, e dependendo do impacto que essa mentira teve na sua vida, por ter te desviado do caminho natural das coisas, e também as outras pessoas que estavam envolvidas nela, o seu processo evolutivo será congelado até que essa ilusão seja dissolvida com o devido perdão de você mesmo e daqueles que você prejudicou. Isto é, além de você conseguir perdoar a si mesmo, o que já é algo muito difícil de ser feito, dependerá do perdão de outrem para que possa continuar subindo nos degraus evolutivos da existência. E, se essa pessoa não te perdoar nesta vida, vocês terão que fazer esse resgate na posterior, ao que chamamos de carma.  

Saiba que, a verdade, por pior que possa parecer, sempre o conduzirá para a perfeição divina. Isto não quer dizer que você não terá algum desgosto em sua vida. Não é isso. Mas o seu processo será conduzido de forma leve e harmônica. Já, a mentira, ela o arrastará para um campo ilusório conduzido pela mente e pelo ego. Isto é, a sua jornada será conduzida pelas bases desses dois organismos vivos: o medo e todos os seus desencadeamentos.

Diogo Beltrame.    

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Sobre a consciência humana

Caminhando para o abismo sorrindo.


O ser humano vem se apoderando de absolutamente tudo. Tudo que está sendo feito tem como base primordial o poder, o status, o dinheiro. E tudo isso tem como causa primordial a insegurança, a fraqueza e a carência afetiva.

A Matrix oferece o dinheiro, e em troca o ser humano vem oferecendo a sua própria vida e a vida do planeta. Estamos nos apropriando dos animais para lucrar com as suas mortes e a respectiva venda das suas carnes, peles, couros e etc. Nos apropriamos indevidamente de todos os recursos naturais possíveis imagináveis. Tudo está sendo privatizado. Até mesmo a água, as terras e as sementes que geram os alimentos hoje têm donos. Tudo isso foi tomado do planeta e encontra-se na mão de um pequeno e seleto grupo de famílias que possuem o poder absoluto sobre essa humanidade.

Tudo gira em torno do ganho sobre os outros, utilizando algo que não deveria, ao menos dentro de uma concepção minimamente coerente, pertencer a ninguém. Ou melhor, deveria pertencer a todos em prol do bem-estar coletivo. Porém, mais impressionante do que destruir o planeta em troca de um papel que sequer tem lastro com o ouro, é o fato das pessoas aceitarem isto como se fosse à coisa mais natural do mundo. Qualquer pessoa que tiver um pingo de inteligência poderá, através de um pequeno e rápido raciocínio lógico, concluir que não existem recursos naturais para atender essa demanda de crescimento pautada no cada um por si e Deus por todos. 

Se todos os países deste planeta consumissem o mesmo que os EUA, precisaria de mais 70 planetas iguais a esse para atender essa demanda. Estamos caminhando para a total escassez de alimentos, água e terras. Em pouquíssimas décadas, ao invés de colher sementes, grãos e frutas, o ser humano terá que colher o que ele mesmo plantou. Quando faltar o que comer na mesa dessa sociedade doente, as pessoas terão que se satisfazer com uma nota de cem reais bem temperada e assada na churrasqueira para matar a fome. Quando faltar água, terão que fazer suco com uma nota de cinqüenta ou, quem sabe, beber as suas próprias urinas para manter o corpo com a quantidade mínima de líquido necessária. E talvez isso seja o justo para uma sociedade que está caminhando ao abismo e acelerando cada vez mais o passo em direção a ele.

Saiba, porém, que nenhuma divindade irá poupar a humanidade de experimentar os efeitos da causas plantadas por ela mesma, e se você acredita não ser responsável por isso, e que os governos estão tratando desta questão por você, por achar que esse tipo de pensamento o exime da sua responsabilidade, você está muito enganado.

É necessário que se questione tudo o que está acontecendo neste planeta. Parece muito difícil resolver esse caos, mas não é. Tudo é relativamente simples. Precisaria apenas que se deixasse o ego de lado e acessasse a verdadeira realidade de tudo o que é. Um dia, quando pararmos com essa insistente mania de acharmos que somos seres separados da natureza ou de qualquer outra coisa que possa existir, naturalmente as coisas se alinharão dentro da reorganização ordenada universal. Quando pararmos de querer ganhar em cima dos outros, e quando o modelo de negócios for pautado dentro do conceito Ganha & Ganha, e não mais na competitividade entre indivíduos, então poderemos viver num local de paz, amor e felicidade plena.

É necessário que um número mínimo de pessoas tenha a sua própria consciência expandida. A luz emitida por alguém que está dentro da verdade tem o poder de ativar a semente de luz em outras centenas de pessoas que estão ao seu redor. É assim que as ondas de fótons se portam, alimentando com a sua própria luz outras partículas com as quais tem contato; e é por isso que poucos podem fazer a diferença. 

Não pense que você não pode fazer nada, pois você pode. Portanto, ache a verdade que está disponível para todo ser vivo e, naturalmente, promova a você mesmo essa expansão de consciência. Isso basta. 

Diogo Beltrame.

domingo, 13 de dezembro de 2015

Relações humanas

Um aspecto bastante desafiador nas relações humanas é a convivência entre familiares. Amigos são aqueles que escolhemos para estar ao nosso lado por livre e espontânea vontade, mas parentes e agregados não. Não se trata de uma escolha, pois essas pessoas são inseridas em nosso convívio sem que necessariamente tenham sido escolhidas por nós.

Então o que fazer?

Em primeiro lugar, é necessário que se compreenda que toda pessoa que está presente em sua vida neste momento traz consigo um aprendizado para você. Nada acontece por acaso no universo e todos os encontros são uma forma de mostrar algo sobre você mesmo. E o que tenho notado durante esse período em que estudo a mente humana, é que por conta da insegurança que permeia este planeta, as pessoas estão cada vez mais se colocando dentro da pior prisão que existe: a da própria mente e dos seus condicionamentos.

Toda a miséria nas relações humanas (entre parentes principalmente) se deve ao fato do excesso de expectativas que as pessoas estão depositando umas sobre as outras. A não aceitação de uma pessoa como ela é gera em você a expectativa de que ela seja como você acha que tem que ser, e isso nunca acontece, pois essa pessoa tem as suas próprias experiências que fizeram dela o que ela é hoje. Cobrar de uma pessoa que ela pense como você chega a ser uma insanidade, e é justamente dentro deste manicômio em que a sociedade humana está vivendo. Todos cobrando todos e ninguém atendendo ninguém.

É necessário interromper esse ciclo de poder que você vem dando ao mundo. Esse poder é dado por você mesmo quando atribui o seu bem estar baseado naquilo que aquela pessoa vai fazer ou não. Todo o problema está aí. Os relacionamentos viraram uma guerra de egos. E tudo que nasce da guerra só poderá gerar ainda mais guerras.

Faça o que tem de ser feito por você mesmo e siga o seu coração, sempre. Pare de se enjaular nas prisões da mente doentia que adora criar problemas onde eles não existem. Você não está aqui para atender as expectativas de ninguém e ninguém está aqui para atender as suas. Viva a sua vida praticando o bem, mas lembre-se que, para que você possa ser bom para alguém, é necessário, primeiramente, que você seja bom para você mesmo.

Cuidar dos outros é fácil. Abdicar do seu próprio bem-estar pensando no outro é o que todos fazem. Dar carinho e estar sempre disposto a ajudar aqueles que lhe pedem um conselho é confortável e gera segurança, pois é uma oportunidade de você mostrar o quanto é bom. Difícil mesmo é dar carinho, respeito e atenção para si mesmo, e isso é algo que está faltando para todos.
   
A vida é uma escola e a principal matéria a ser aprendida é a habilidade de se relacionar com as pessoas praticando o respeito. Respeito, no sentido literal da palavra.

Viva e deixe viver.

Diogo Beltrame.

A educação e a mudança

Enquanto pais e professores forem analfabetos emocionais, este planeta vai continuar sendo habitado por esse padrão de pessoas que foi estabelecido nos tempos atuais. O trabalho de mudança é longo e só existe uma única forma de corrigir a rota para que futuramente possamos viver num lugar melhor. É necessário que cada adulto acabe com a sua própria ignorância ressignificando as suas crenças para que, posteriormente, venha a educar os seus filhos de acordo com esse novo estado de consciência.

Enquanto isso não ocorrer nenhuma mudança palpável acontecerá, filhos seguirão os padrões de comportamentos herdados pelos seus pais e que serão transferidos para os seus netos, bisnetos e etc. Uma criança educada por uma pessoa carente tende a ser um novo carente; uma criança que cresce cercada de caixas de cervejas, vodka e drogas, tende a achar que isso é a coisa mais normal de mundo; crianças vivendo dentro de uma casa onde o dinheiro é contemplado como o “Deus vigente”, terão grande tendência a achar que isso é a coisa mais importante que existe, e farão de um tudo para conseguir tê-lo, independentemente dos meios que terão que percorrer para alcançá-lo.

Talvez você não saiba, mas dentro das comunidades existentes em milhares de favelas aqui do Brasil, um traficante e seus discípulos são vistos como “ídolos”, e muitos jovens entram no crime porque isso traz status dentro daquele mundo em que vivem. Existem mais de 40 milhões de cidadãos analfabetos somente no Brasil, e isso não é um problema somente do Estado. Claro que nosso sistema de educação é falho, até porque existe um grande interesse por parte deles em manter grande parte da população na mais absoluta ignorância e fome, pois enquanto uma pessoa está preocupada em arrumar um prato de arroz com feijão no final do dia, os engravatados que mandam em suas vidas estão criando novas formas de manipular e controlar as massas. Mas a culpa não pode ser atribuída somente a eles. Eles fazem o que lhes é permitido, pois quem aceita a política pão e circo está sendo conivente com quem a oferece.

Educar é papel de pai e mãe, e não de alguma escola ou programa social. A escola serve para trazer bases intelectuais e preparar as pessoas para as questões práticas em que essas matérias sejam necessárias. Mas, acrescentar valores, respeito, amor, e as bases emocionais corretas para que uma criança possa desenvolver os seus verdadeiros potenciais, devem vir de casa. E, para que isso ocorra, é necessário que esses pais tenham esses atributos dentro deles mesmos.

Diogo Beltrame.

sábado, 12 de dezembro de 2015

A onda criadora.

Toda manifestação mental, seguida de um sentimento ou emoção, dá inicio a um campo energético de probabilidades, isto é, a possibilidade de que esse algo venha a se manifestar no mundo físico. Uma vez que você pensa e sente aquilo que pensou, esse pensamento tomará forma no plano invisível e ficará à espera de mais energia para que possa continuar a se desenvolver. Se você continuar a alimentar esse campo através de mais pensamentos, sentimentos e ações, o que era uma probabilidade se tornará real. Da mesma forma que, se você parar de pensar e sentir, ele continuará sendo uma onda de infinitas possibilidades.

Nada se perde no Universo. Tudo está registrado. É impossível apagar qualquer in-formação que enviamos a ele. Absolutamente todos os seus pensamentos, sentimentos, emoções, ações, reações e experiências são armazenadas em seu campo akáshico, e poderão ser acessadas a qualquer momento desde que você ache a sua sintonia energética. Tudo no universo funciona a partir de ondas de in-formação e de possibilidades que podem se entrecruzar, tomar forma e evoluir, ou ficarem armazenadas aguardando o recebimento da energia criadora. Tudo é energia e para qualquer processo de criação é necessário focalizar a sua atenção naquilo que deseja, e isso deve ser feito sem pressão, ansiedades ou medos.

Saiba que, qualquer coisa que você possa desejar ou pensar já existe, já é real e já está disponível para você na fonte, aguardando que você a acesse para que ocorra a manifestação física. Não existe julgamento, avaliação e nem um crivo final de alguém para que o seu desejo seja atendido, mas sim o foco correto da sua atenção.


Diogo Beltrame.       

Como sair da depressão

A ingrata luta contra a depressão.


Quando as memórias do passado se apoderam do campo mental de uma pessoa, isto é, quando ela passa a se identificar com os seus traumas, suas decepções e frustrações, ocorre um estado de drenagem energética. Ou seja, um déficit de energia.

Isto ocorre porque essa pessoa começa achar que se tornou uma vítima do mundo, e a partir daí uma série de expectativas começam a surgir e a busca incessante por achar respostas ou justificativas para o que ocorreu em sua vida se tornará o seu principal objetivo. E isso, em algum momento, desgastará tanto essa pessoa, que ela entrará num processo de depressão, seja aguda ou suave, isto depende do nível de desprendimento energético que ocorreu dentro deste processo.

Caso você, que esteja lendo este texto agora, tenha se identificado com esse processo, é muito importante que neste momento, em que o estágio depressivo já se alojou em seu ser, respeite essa depressão e se permita senti-la em sua totalidade. Você chegou num ponto em que está sem energia e, por isso, sente essa tristeza, esse desânimo, e essa falta de vontade até mesmo de viver. Tentar lutar contra essa depressão (e é exatamente isso que todos tentam fazer ao se perceberem nesse estado depressivo), só o fará ficar ainda mais sem energia, e como conseqüência ainda mais séria, ansioso por conta da expectativa de vencê-la. E aí já não será mais um problema, serão dois: a depressão e a ansiedade.

Saiba que, por mais desconfortável que essa depressão seja, ela é apenas uma energia de tristeza que precisa ser transmutada, e para que isso ocorra é muito importante que você não faça nenhum tipo de intervenção neste processo. Caso você consiga se colocar como um observador dessa depressão, sem se identificar com ela em nenhum aspecto e nem julgá-la, esse estado depressivo e melancólico passará logo. Por outro lado, se você fizer dela a sua inimiga, você mesmo estará trancando a porta de saída para ela.

Paciência, amor próprio e a não identificação com aquilo que esteja dentro de você é, para todos os casos e sem nenhuma exceção, o melhor remédio para restabelecer o equilíbrio do seu sistema nervoso central.

Mais importante do que estar livre dessa depressão, é identificar o porquê você se tornou depressivo, pois, somente chegando à causa de um determinado problema, é que o efeito dele poderá ser dissolvido.

Diogo Beltrame

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

O desejo de não desejar


Não existe nenhum problema e nenhum pecado em querer, em almejar, em desejar. O problema dos desejos é atribuir a sua felicidade naquilo em que você deseja, é achar que você só pode ser feliz se ter, ou ser isto ou aquilo. É atribuir a sua felicidade aos 45kgs almejados, a plástica de nariz, ao carro da marca x ou y. É achar que você só poderá ser feliz quando se casar, quando tiver seus filhos e tomar café da manhã com a família amada naquele domingo de sol.

Quando se atribui a felicidade a qualquer coisa que não faz parte da sua vida hoje, você passa a não dar valor para aquilo que tem. Você começa achar que o momento presente é irrelevante, e começa a viver projetado naquilo que um dia espera ter. Isso é viver literalmente em estado de alienação mental, deixando de viver o real para vivenciar o sonho, a ilusão, a entropia psíquica.

Viver projetado em algum futuro em que você terá aquilo que deseja, fará de você uma pessoa tensa, preocupada, ansiosa e insatisfeita, pois internamente você sabe que não existe garantia de conseguir o que deseja, e por isso a sua vibração estará sintonizada com esses sentimentos que irão permear todos os seus dias, impedindo que o objeto desejado chegue até você.

Desejar é legítimo. Querer crescer, prosperar, e evoluir em todos os campos da sua vida é perfeitamente normal, e isto faz parte do seu próprio processo evolutivo. Mas lembre-se que a felicidade é apenas um estado de espírito. Trata-se da visão e a percepção que você possui da vida e na forma com a qual você se relaciona com as suas experiências externas. Encarar tudo com negatividade e pessimismo só atrairá mais disto tudo para a sua vida. Da mesma forma que, mudar a sua percepção sobre o TODO, e sentir a verdadeira gratidão por aquilo que você já tem, é o caminho para entrar em fluxo com a existência e autorizar que coisas novas cheguem até você.

Está tudo bem com o querer, não é pecado ter desejos. Portanto, trace os seus objetivos, saiba exatamente o que você quer e, passe a canalizar a sua energia nesse projeto sem ansiedade, afinando-se com a freqüência energética daquilo que você deseja, e lembre-se que Roma não foi construída em uma semana. As coisas precisam de um determinado tempo para se manifestarem em sua vida.  

Diogo Beltrame

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

O poder está em suas mãos


Se você perceber o que realmente é, o poder da sua natureza, e que você controla o seu próprio destino, a habilidade daqueles que estão no topo da pirâmide e que controlam as massas e o povo se tornará impossível.

Esta manipulação vem ocorrendo pelo fato de darmos muita atenção, durantes esses milhares de anos, para as religiões e outros tipos de crenças que aprisionam a mente, que nos dividem e nos deixam separados uns dos outros e do conhecimento que pode nos libertar.

As mesmas sociedades secretas que criaram as religiões (todas elas), são as mesmas que criaram o que nós chamamos de Ciência. Essas duas coisas parecem estar separadas: Uma diz sobre Deus e etc. Que você deve fazer o que Deus diz. E esta outra diz: Não há nenhum Deus, é só um acidente cósmico.

Mas as religiões e a ciência têm muitas coisas em comum, elas possuem uma chave em comum. Ambas dizem que os controles de nossas vidas não estão aqui, que está por aí em algum outro lugar. A ciência diz que é só um acidente cósmico, que foi sorte estarmos vivos. E do outro lado a religião afirma que seu destino é controlado por Deus, que você deve fazer o que ele quer e que o padre, o pastor ou o monge sabem o que Deus quer, e que portanto você deve fazer o que eles dizem e tudo ficará bem.

A religião ainda é amplamente usada para controlar pessoas e desligar suas mentes de quem elas realmente são e da sua poderosa natureza. Mas, durante os últimos séculos, as pessoas começaram a não aceitar isso, e então surgiu à ciência para poder capturá-las. Você escolhe: religião ou ciência.
A ideia de ambas é limitar a criação. Elas foram criadas por grandes iniciados das sociedades secretas e ambas não passam de uma farsa. Se você não escolher nenhuma delas; então poderá ver do que “Eles” realmente estão tentando lhe manter longe.

Quando você tem uma escolha de ser controlado por Deus, ou ser basicamente parte de um acidente cósmico, não lhe é dado à escolha de se conscientizar que você não é um corpo físico e que não é uma entidade que vive num mundo físico, e sim que você é simplesmente tudo que existe.
Alguns cientistas de mente aberta estão confirmando o que os místicos têm dito por milhares de anos. Tudo o que existe em toda essa grande criação, nesta dimensão e outras, são as mesmas energias em estados diferentes de seres, e que é o estado vibratório desta energia que vai decidir como ela vai se manifestar.

Portanto, você não é um corpo físico.

O que você é então?

Você é uma consciência multidimensional que anima esse corpo.

Mas a pergunta é: Quanto desta consciência você tem acesso, um pouco, ou muito dela?

Você tem uma conexão entre a energia espiritual e as células de energia que se chamam sistema de Chacras (rodas de luz). Esses vórtices de Chacras penetram em vários níveis do seu ser.Tem o nível mental que é um campo energético e um nível de freqüência que é chamado de pensamento racional. Além deles, tem o nível emocional que é outro nível de freqüência, e tem o nível espiritual que é a dimensão mais alta de você mesmo.

Esses níveis ficam penetrando entre esses Chacras, e quando ocorre o desequilíbrio deles através desses vórtices, eles se transferem para outros níveis. É por causa disto que, quando você fica emocionalmente estressado, a primeira coisa que acontece é parar de pensar. Você para de pensar porque esse desequilíbrio do nível emocional é transferido para o nível mental, e assim para todos os outros Chacras. Se esse desequilíbrio continua, ele é transferido para os outros Chacras mais baixos até atingir o nível físico, e acaba por se manifestar no corpo físico como uma reação química. É neste ponto que a medicina moderna entra em cena com suas drogas, vacinas e venenos. Para tratar a reação química, para tratar o sintoma deste desequilíbrio energético emocional, e não a causa.
Esses vórtices de energia estão captando tudo. O chacra base capta enormes quantidades de energia, das quais podemos criar. E quanto mais desses Chacras são fechados, menos dessa energia entra, menos energia o corpo capta e menos energia nós temos para criar.

Os níveis mais altos do conhecimento, o topo dessa irmandade secreta, sabem de tudo isso. Todo tipo de manipulação sobre a emoção humana, incluindo o pensamento, a percepção e as atitudes, foram criadas para fechar todos esses chacras. Ou seja, fechar a sua energia. Então, nós só acessamos um pedacinho dessa energia multidimensional infinita, que é uma mente infinita e nós fazemos parte dela.

É preciso entender que matéria é simplesmente energia condensada em baixa vibração, e somos uma única consciência experimentando tudo subjetivamente. Não há nada que esteja morto, a vida é um sonho e nós somos a imaginação de nós mesmos. E aí esta a chave. O que nós imaginamos ser é o que nos criamos fisicamente. Se pudermos ser manipulados para pensar que somos ordinários, então nós criaremos vidas ordinárias. Mas, quando a ficha cai, e compreendemos que somos extraordinários e que vivemos vidas maravilhosas, essa manipulação acaba.

Saiba que nós somos como gotas de água no oceano em termos de consciência. Todas essas gotas juntas formam o oceano. Sem as gotas não existe oceano. A mesma coisa ocorre com essa mente infinita de energia que nós chamamos de Criador, Deus, ou qualquer outro nome que você queira dar. O fato é que somos parte desse infinito, nós somos esse infinito.

É necessário se abrir para se re-conectar com tudo isso novamente. Estamos como uma casca de ovo, as pessoas estão sendo manipuladas através do medo e se sentem limitadas, e assim se desligam de toda essa infinidade e tudo que é o infinito.

Sabedoria, amor e entendimento, estão aí para serem usados a qualquer hora, porque somos nós mesmos. De qualquer lugar que você esteja, você estará no meio dessa infinidade de possibilidades. Quanto mais você entender isso, mais aberto você estará para ver quem realmente você é. Então a sua vida muda, a visão que você tem de você se transforma, a visão de tudo se transforma.

Quanto mais você se ver como uma pessoa sem poderes, você estará se desligando de quem você realmente é. Então você se tornará apenas um pedaço do que realmente é; e aí, você está apto e aberto para ser controlado. Mas somente se pensar assim. É por isso que este conhecimento e entendimento foram tão ocultados de todos.

É assim que as pessoas estão vivendo as suas vidas, numa casca de ovo, e enquanto você estiver pensando como um fracassado, será muito fácil manipular você em uma mão e, na outra, segurar uma xícara de chá.

Diogo Beltrame

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Abrindo-se para a vida

Dizer sim para você é dizer sim para a vida, para o fluxo e para o universo.
Acreditar no seu potencial, nas suas faculdades mentais e nos dons que somente você possui, e com bastante determinação buscar atingir os seus objetivos e vontades mais íntimas, é dar oportunidade para a existência, para o Universo ou, se você preferir, para que Deus atue em você e através de você.
Saiba que você veio para este planeta com uma missão, com um contrato de alma. A missão de todos que encarnam aqui é a de semear a luz e ajudar os que aqui estão encarnados a recordarem da sua memória cósmica e das leis universais que regem todos os universos. Em paralelo a isso você está tendo a oportunidade de resolver questões pendentes com outros irmãos espirituais que, em algum lugar do passado, ficaram pendentes. Essa é a causa das adversidades de relacionamentos que você vem passando neste momento e que deve ser visto como uma dádiva, e não como algo ruim ou algum castigo divino.  

Ao longo da sua vida ocorreu um distanciamento entre você e o seu ser interno, a sua essência. De certa forma isto é normal e ocorreu pelo fato de que a busca pelo bem estar e a satisfação pessoal é algo inerente a todo ser humano, e como você já deve ter notado todo o sistema social, incluindo as mídias, o sistema financeiro, da educação e também o religioso, estão sempre dizendo a você que a felicidade é algo para ser alcançado num futuro bem distante, e desde que você siga todas as orientações que venham do externo, um dia, quem sabe ou talvez poderá ser feliz. Essa informação fez com que você saísse numa longa viagem para tentar conquistar o mundo e aquilo que ele oferece, esquecendo-se de fazer a sua verdadeira busca, a busca de você mesmo.

Uns optam pelo caminho religioso, esperando que após a sua morte as portas do céu serão abertas, outros se rendem ao consumismo desenfreado e a todos os tipos de passatempo que estão à disposição neste planeta, trabalhando muito (na maioria das vezes numa profissão que não suporta), para conseguir comprar todos os objetos que representam a felicidade. E em outros grupos ficam os revoltados que não querem saber de absolutamente nada, que não entendem como a vida funciona e que revolvem simplesmente existir, partindo do princípio de que nada existe e nem faz sentido, seguindo as suas vidas em total ceticismo sobre aquilo que não podem ver ou tocar.
 
Essas são as armadilhas que o sistema usa para fazer com que você esqueça o que realmente é, fazendo com que desista de cumprir a sua verdadeira missão.

Lembre-se que, se você não gosta do seu trabalho, se não está à vontade com a vida que vem levando, e se não se sente intimamente ligado com seu contrato de alma, é porque você não está em fluxo com as forças cósmicas, e é justamente por isso que não está feliz. Mas se você quiser e se estiver realmente disposto a se realinhar e se libertar das garras deste sistema, forças que você não pode ver estarão ao seu lado e dentro de você para orientá-lo e conduzi-lo em seus próximos passos rumo à liberdade emocional que, se bem resolvida, ajustará todos os outros campos da sua vida, inclusive o financeiro, amoroso e profissional.

Talvez você pense que é tarde demais, que já está velho e que tem muitos compromissos com o mundo e com a sociedade. Eu entendo você e sei que é difícil, até porque isso implicará numa série de dificuldades (tanto externas como internas). O seu ego vai tentar de todas as formas sabotar essa sua nova escolha. Mas essa decisão terá que ser tomada em algum momento. Isso faz parte do seu processo de evolução.

Saiba que o seu maior obstáculo neste momento é o apego que você tem ao sofrimento, aos seus medos e as diversas crenças de não se sentir merecedor daquilo que é bom. Isso ocorreu por conta de uma série de culpas que você vem carregando em seu subconsciente, e por isso acredita que o sofrimento é algo divino. É só isso. Este sofrimento é familiar e gera certo conforto para o seu ego, pois este lugar é conhecido, portanto, seguro.

Mas chegou à hora de ir além, de remar rumo ao desconhecido e adentrar no campo das infinitas possibilidades, e essa jornada é individual, ela só pode ser percorrida por você mesmo.

Caminhe, confie e faça o que tem de ser feito. A Abundância, a paz, a criatividade, o amor e todas as bênçãos do Universo estão aí, ao seu lado, tentando ininterruptamente acessá-lo. Abra essa porta e caminhe para o novo.  Diga sim! Diga: Eu posso! Eu consigo! Eu sou merecedor.


Diogo Beltrame

Recebendo o que você quer.

Palavras não significam nada para o universo, ele não está prestando atenção em uma única palavra que você pronuncia. Palavras são apenas um meio para expressar o que você sente, elas têm essa função. De nada adianta rezar um Pai Nosso, ou uma Ave Maria, se você faz isso de maneira automática e não sente nada ao rezar. Orar seguindo um protocolo de frases prontas, e que não fazem nenhum sentido para você, é apenas uma eficiente técnica para gastar saliva. Para o universo, o que importa realmente é como você se sente. Todo desejo que você possui já está na fonte aguardando por você, porém, para que ele possa se manifestar em sua vida física é necessário estar vibrando na mesma frequência dele. Se você quer algo, isto significa que esse algo lhe fará bem, isto é, a vibração desse desejo é sutil e banhada de boas energias, pois ninguém desejaria algo que lhe fizesse mal conscientemente. E sendo a vibração original dessa criação sutil, é necessário que você esteja nessa mesma sintonia para que a manifestação física ocorra.

O que eu quero dizer é que, se você deseja uma casa nova, mas sente-se sem dinheiro para comprá-la, isso quer dizer que você está frustrado por ainda não tê-la, e a sua vibração não ressoa com a do seu desejo. Nesse caso não adiante rezar e pedir a Deus para que ele resolva o seu problema, pois existe uma lacuna entre você e esse desejo e é necessário que ela seja preenchida através da elevação da sua escala emocional. Enquanto a sua sintonia não ressoar com a daquilo que você quer, você não poderá alcançá-lo.

A questão é como você está se sentindo. E isso é apenas uma decisão a ser tomada. Sentir-se insatisfeito e frustrado, ou feliz por saber que a lei da atração vai criar as circunstância para realizar o seu desejo?

A obrigação de todo ser humano é a de gerenciar a sua escala emocional. É sua obrigação se sentir bem para poder chegar até onde deseja. Nada de bom acontece na vida se você estiver se sentindo mal. Preste atenção em como o seu dia se desenrola quando você se sente irritado, triste ou desanimado. Observe como as coisas não fluem, em como as pessoas te afrontam e arrumam problemas com você. Veja, também, que quando você se sente desta forma, parece que todas as pessoas que cruzam o seu caminho também estão irritadas, tristes e desanimadas. Isso não é coincidência e nem magia, mas sim uma lei universal que faz com que semelhantes atraiam semelhantes. É isso que a mecânica quântica provou e que precisa ser entendido em profundidade.  

Eu sei que é difícil se sentir bem quando as coisas vão mal, mas só existe esse caminho. Procure investigar o seu estado emocional e, conscientemente, opte por ter pensamentos e ações que o façam sentir-se melhor. Fazendo isto você estará elevando a sua vibração energética e alcançando, gradativamente, patamares mais elevados do seu poder de criação.


Diogo Beltrame.   

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Eu exijo que o mundo seja do meu jeito.

Só existe uma forma de se encontrar a paz, enquanto a pessoa não se conscientiza da necessidade de limpar as suas próprias sombras antes de exigir isso do mundo, tudo permanecerá igual e as situações repetitivas continuarão a fazer parte da vida desta pessoa. Isto quer dizer que o único jeito de ser feliz é tornando-se uma pessoa boa. E ser bom não é nenhuma missão impossível que deverá ser projetada para um futuro. Não se trata de um caminho que deverá ser percorrido. Isto deve ser feito agora, pois ele é simples, é fácil, e basta querer.

Mas o que é ser bom afinal?

Essa é a pergunta que deve ser feita e respondida por você mesmo. Ser bom nada tem a ver com ser “bonzinho”. Ser bonzinho significa que você tem medo do julgamento das pessoas, e por esse motivo acaba se deixando de lado para tentar atender as expectativas que elas depositam sobre você.
Ser bom nada mais é que respeitar o seu próximo. Significa que você não tem a necessidade de convencer o outro que a sua verdade é mais verdadeira que a dele. Respeito é você se conscientizar que cada um está passando por um processo diferente e que possui crenças e verdades que são divergentes das suas; ser bom é não julgar quem quer que seja; ser bom quer dizer que se você não tem nada de bom para falar ou pensar sobre uma determinada pessoa, você não diz nada e não pensa nada a respeito dela. Agir com bondade é doar o que você tem para dar, e não o que não tem, isto é, ajudar alguém sem esperar absolutamente nada em troca, nem mesmo, inclusive, algum tipo de gratidão ou presente divino pela sua bondade.
   
Se alguma pessoa te faz mal ou irrita você, simplesmente diga a ela que vocês são diferentes e retire-se da vida dela. Isso é uma atitude simples e significa que você está sendo sincero. Você não a julgou. Você simplesmente identificou que possuem vibrações distintas e que, portanto, o mais inteligente é o afastamento. Não existe nenhuma possibilidade de tentar convencer essa pessoa de que o seu jeito de pensar é o correto, portanto, aceite e deixe-a ir caso não esteja confortável com ela, sendo maduro o suficiente para encarar as conseqüências da sua atitude.

Saiba que, qualquer pensamento ou sentimento que você emite sobre alguém, gera um campo morfogenético que o mantém conectado com essa pessoa. Se a energia circundante é amorosa, esse campo será dissolvido na luz, mas, se a energia for de julgamento que desencadeia em raiva, expectativas e frustrações, esse campo ganhará força e começará a agir de forma negativa em sua vida.  

É impossível mudar alguém com o seu julgo. É impossível empurrar as suas crenças em quem quer que seja. Portanto, arrume a sua casa e jogue fora aquilo que te faz mal.
   

 Diogo Beltrame.

sábado, 5 de dezembro de 2015

Entendendo a mente divina.

Estar em fluxo com a existência, deixando-se levar pelo fluxo constante da vida, e tendo a certeza absoluta de que tudo está bem com a sua vida e com o Universo, é a garantia para que você possa experimentar uma experiência de vida baseada em abundância, amor, prosperidade em suas variadas formas, e uma sucessão de movimentos harmônicos que o conduzirão para a tão sonhada paz e bem aventurança. Sim. Isto é possível. Basta entender em profundidade como funcionam as leis que regem este e os outros milhares de universos e, com confiança absoluta, se deixar conduzir e respeitar essas tais leis divinas. É impossível alcançar a bem-aventurança estando contra as regras deste jogo.

Eu costumo denominar o que será descrito abaixo de: "A espinha dorsal do TODO".

A mente de Deus:

* Tudo está sendo criado. O Universo está em pleno movimento de expansão.
* Nada pode permanecer estático, O princípio da impermanência é uma lei Universal. Tudo o que sobe terá que descer em algum momento. Tudo que se expande se retrai. O que está em cima sempre virá para baixo e o que está em baixo sempre irá para cima.
* Somos o próprio Universo, isto é, porções individualizadas do TODO, portanto, o Universo depende de cada ser vivo para poder se expandir.
* Tudo é criado para o bem maior e de todos. Não existe o "ele" e o "você". Somos organismos vivos interconectados, portanto, tudo o que se faz ao outro será refletido e devolvido a você.
* O amor é a base da harmonia universal.
* Você cria a sua realidade externa baseado na média das suas intenções, pensamentos, sentimentos e emoções.
* O que você vê no outro nada mais é que um reflexo de você mesmo. O outro sempre será um espelho fidedigno de você.
* A resistência a qualquer coisa que seja gera conflito, e conflito gera dissipação energética. Resistir a qualquer experiência significa que você não está aceitando a si mesmo.
* Você é 100% responsável por tudo que lhe acontece, portanto não faz sentido culpar ninguém pela miséria emocional que você possa estar vivenciando neste momento.
* Mágoas e rancores geram nós energéticos que impossibilitam a passagem do fluxo da fonte da vida em você e através de você. É necessário perdoar todos aqueles que você possa considerar como "pessoas que lhe fizeram mal". O perdão "sincero" é a única forma de liberar esses nós que o impede de crescer.
 * O julgamento que se pratica a qualquer experiência, situação ou pessoa, significa que você não está aceitando Deus nas suas variadas formas de consciência, isto é, você está optando por se manter afastado dele e, por isso, terá a sua vida baseada nos medos do ego que sente-se sozinho, ameaçado e impotente.

Compreender esses atributos e passar a viver dentro de um consciência expandida, é o caminho para a sua libertação emocional.

Diogo Beltrame.